16/09/2019 18h24 - Atualizado em 17/09/2019 10h43

Auxiliares de Perícia Médico-Legal atuam com ética e cordialidade na Polícia Civil

Durante o primeiro semestre de 2019, homenageamos os cargos que compõem o quadro de vagas da Polícia Civil do Estado do Espírito Santo (PCES). Nesta semana, destacamos os policiais do cargo de Auxiliar de Perícia Médico-Legal (APML), profissionais que atuam no Departamento Médico-Legal (DML), localizado em Vitória, e nos Serviços Médico-legais (SMLs), localizados no interior do Estado.

Os APMLs auxiliam os médicos-legistas na execução de necropsias, realizam procedimentos burocráticos relativos ao registro e à liberação dos corpos examinados, assim como conduzem as viaturas que transportam os cadáveres (rabecões). Toda ocasião de manuseio desse corpo de delito é tratada com grande respeito, cordialidade e civilidade, e é esse o procedimento que dá início aos trabalhos desempenhados no Departamento. Keli de Andrade Vieira e Robledo Nali Moreira fazem parte dessa categoria policial e lidam, diuturnamente, com os desafios da profissão.

Formado em Fisioterapia pela Universidade de Vila Velha (UVV) e em Direito pelo Instituto de Educação Superior e Formação Avançada de Vitória (Iesfavi), Robledo Nali Moreira atua na Polícia Civil há 12 anos, tendo sempre trabalhado no DML. Para Moreira, o companheirismo dos colegas de trabalho, a dedicação, a disposição para auxiliar de forma eficaz o Médico-Legista, além da empatia e cordialidade no trato com as pessoas são componentes essenciais ao bom desempenho da função.

“Agindo com civilidade e ética, nossa profissão torna-se um modelo de respeito e humanidade dentro da sociedade e representa a Instituição da forma como ela merece. Além da dedicação diária, precisamos sempre ter em mente que, para elevarmos cada vez mais nosso trabalho, não podemos parar de nos capacitar”, declara Moreira.

Segundo ele, o principal desafio da profissão é o desconhecimento das pessoas em relação a esse campo de atuação e seus desafios. Compartilhando desse pensamento, a policial Keli de Andrade Viana complementa que o seu maior desafio é dar conhecimento ao público em geral da indispensabilidade e caráter único das atribuições técnicas da atividade.

“Cada trabalho realizado dentro da PCES é único e a integração entre as diversas categorias é o que permite atendermos a população, essa integração é fonte de grande satisfação pessoal”, relata Vieira. Ela conta que ingressou na polícia por paixão pela profissão e que a cada dia continua a perceber o desenvolvimento dos conhecimentos técnicos e biomédicos proporcionados pelo exercício do cargo.

Keli de Andrade Vieira é formada em Direito e possui pós-graduação em Direito Penal e Direito Processual Penal pela Faculdade São Geraldo e Damásio de Jesus. Após a graduação, estagiou na 4ª Vara Criminal de Cariacica e está há quase oito anos na PCES, tendo sempre trabalhado no DML. Segundo Keli, as qualidades basilares ao seu trabalho são a resiliência, o altruísmo e o controle emocional.

Para a nova geração de APMLs, Keli e Robledo esclarecem que o profissional necessita, primeiramente, aprender sobre a importância do trabalho executado e ter em mente que nunca deverá parar de se aperfeiçoar. Além disso, é preciso que tenham consciência de que fazer parte da PCES é uma grande responsabilidade, pois é o órgão responsável por apurar as circunstâncias dos crimes e materializá-los, o que é fundamental para a ação penal e para a Justiça.

“Sou apaixonada pelo o que faço. Sei que essa minha capacidade de reconhecer essencialidade do meu trabalho, sua importância e dramaticidade, é o que me faz cada vez mais ter orgulho do que faço. Espero que os novos profissionais consigam perceber essa realidade e sejam fortalecidos por ela como eu sou”, afirma Vieira.

Essas comemorações têm como objetivo demonstrar a beleza e a importância dos cargos policiais à realização das inúmeras funções da nossa polícia judiciária.

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna - (27) 3137-9024

imprensa.pc@pc.es.gov.br

 

Atendimento à Imprensa

Camila Ferreira - (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

Olga Samara - (27) 3636-1536/ (27) 99846-1111

comunicapces@gmail.com

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard