04/05/2021 17h49 - Atualizado em 04/05/2021 18h10

PCES prende homem acusado de assassinar morador de rua em Marechal Floriano

Na última sexta-feira (30), a Polícia Civil (PCES) prendeu um homem de 41 anos, acusado de ser o autor do assassinato de um morador de rua de 61 anos, cujo corpo foi encontrado no centro da cidade de Marechal Floriano, no último dia 24 de abril. O corpo da vítima foi encontrado em um imóvel desabitado envolto em um cobertor, e com um fio amarrado ao pescoço, indicativo de que foi estrangulado pelo autor do crime.

De acordo com os levantamentos realizados pelos investigadores da equipe da polícia civil, foi possível concluir que a vítima foi assassinada na noite de quarta-feira (21) de abril, quando estavam no local somente ela e o suspeito do homicídio.

O motivo do assassinato foi ciúmes. “O suspeito disse que matou a vítima por ciúmes que sentia da sua namorada. O detido confessou que foi o autor do crime e disse que a vítima havia contado a ele que teve um relacionamento com sua mulher, com quem o acusado também se relacionava”, informou o titular da Delegacia de Polícia de Marechal Floriano, delegado Geraldo Rodrigues Peçanha

De acordo com o delegado Peçanha, após assassinar a vítima, o autor cobriu o corpo e saiu do local, não retornando mais. “Estranhando que a vítima continuasse na mesma condição por três dias uma testemunha resolveu averiguar e percebeu que a vítima estava morta”, explicou o delegado.

“As provas obtidas na investigação são robustas, e bastantes a indicarem que o suspeito, que também é um morador de rua, foi o autor do crime”, destacou o delegado.

O suspeito foi preso temporariamente por ordem do Juízo da Vara Única da Comarca de Marechal Floriano, após parecer favorável do Ministério Público em relação à representação criminal. Inicialmente, a prisão é de 30 dias, que podem ser prorrogáveis por mais 30 dias, caso haja necessidade de prolongação das investigações, ou até mesmo a decretação da prisão preventiva, caso as investigações sejam concluídas dentro do prazo inicial.

O detido foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV), onde permanece à disposição da Justiça e da autoridade policial.

Ainda resta a conclusão dos exames periciais, imprescindíveis à conclusão do procedimento investigatório, cujos laudos serão concluídos no prazo de 30 dias conforme adiantou a Perícia.

Texto: Seção de Imprensa e Comunicação Interna (Sicoi)

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna - (27) 3137-9024

imprensa.pc@pc.es.gov.br

 Atendimento à Imprensa

Olga Samara/ Camila Ferreira

(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/

(27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

comunicapces@gmail.com

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard