09/08/2019 21h29

Polícia Civil apreende carretas com gados furtados em Ponto Belo

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Montanha realizou a apreensão de três carretas contendo 61 cabeças de gado, que haviam sido furtados na última segunda-feira (5) de uma propriedade na localidade de Estrela do Norte, em Ponto Belo. Os animais foram encontrados nessa quarta-feira (7) em um frigorífico no município de Eunápolis, no sul do estado da Bahia. Do total de bovinos furtados, 42 deles já haviam sido abatidos. Outros 19 aguardavam para o abate. A ação teve o apoio dos policiais civis do município baiano.

O superintendente de Polícia da região noroeste, delegado Landhulpho Lintz, disse que o proprietário dos animais registrou a ocorrência no mesmo dia do furto. “Em qualquer tipo de crime é de extrema importância que a vítima procure a delegacia com rapidez. Isso auxilia que a resolução do delito seja mais rápida e eficaz. Essa ação foi importante para os proprietários da região que vêm sofrendo esse tipo de delito. Além de conseguirmos solucionar outros possíveis crimes cometidos pelos suspeitos”, afirmou.

O responsável pela DP, delegado Leonardo Ávila, relatou que para efetuar o crime os suspeitos foram na fazenda na madrugada do dia 05. “Eles amarraram o gado e esperaram a condução que foi alugada no município de Carlos Chagas-MG. Logo após, as carretas seguiram direto para o frigorífico no estado da Bahia”, relatou.

Na terça-feira (06), os policiais identificaram que os caminhões vieram de Carlos Chagas e que os animais foram levados para Eunápolis. No dia seguinte, a equipe da DP e o dono do gado se dirigiram ao frigorífico localizado no município baiano. “No local, o responsável pelo frigorífico entregou a documentação da compra, disse quem era o suposto responsável e alegou ter adquirido os animais legalmente. Entretanto, os suspeitos falsificaram toda a papelada, inclusive a Guia de Transporte Animal. O comprador adquiriu os animais sem ter noção do crime, com documentos emitidos de forma fraudulenta”, explicou o delegado Leonardo Ávila.

O responsável pelas investigações acrescentou que a vítima foi até Eunápolis e realizou uma negociação com o frigorífico. “Ele conseguiu vender os 42 gados que foram abatidos e conseguiu outro comprador para vender os outros 19 animais. Dois suspeitos responsáveis pelo crime foram identificados e a equipe continua com as investigações para identificar e prender todos os envolvidos”, explicou o superintendente de Polícia.

Os responsáveis pelo crime poderão ser indiciados pelos crimes de associação criminosa, falsificação de documentos e furto de gado.

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna - (27) 3137-9024
Agente de Polícia Fernanda Pontes
imprensa.pc@pc.es.gov.br

Atendimento à Imprensa
Olga Samara - (27) 3636-1536/ (27) 99846-1111
Camila Ferreira - (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693
comunicapces@gmail.com

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard