05/02/2019 13h08 - Atualizado em 05/02/2019 13h14

Polícia Civil divulga dicas de prevenção para o Dia da Internet Segura

No dia 5 de fevereiro de 2019, comemora-se o Dia da Internet Segura. Por isso, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), orienta a população sobre cuidados que devem ser seguidos para que a internet não seja um ambiente propício à prática de crimes.

 

Baseando-se nas ocorrências que mais chegam à delegacia, o titular da DRCC, delegado Breno Andrade, listou algumas dicas para que a população não se torne vítima de crimes virtuais. “Com a compra de aparelhos eletrônicos facilitada e a internet mais acessível, os cidadãos têm que ter mais cautela ao utilizar essas ferramentas. Por isso, a Polícia Civil, está aqui para auxiliar a prevenção diária”, informou o delegado.

 

Seguem abaixo algumas dicas de prevenção.

 

1 - Sempre use antivírus e o mantenha atualizado.

 

2 - Cuidado com ofertas muito vantajosas: o barato pode sair caro!

 

3 - Não divulgue fake news. A divulgação de notícias falsas, mesmo que você não as tenha criado, também é considerada prática criminosa, verifique a fonte e não contribua à divulgação de conteúdo falso.

 

4 - Não clique em links suspeitos, como promoções. Eles podem servir para invadir o seu computador e roubar os seus dados. Sempre verifique a veracidade nos sites das empresas!

 

5 - Não compartilhe imagens íntimas na internet, se elas caírem na rede, não há como serem completamente retiradas do ar.

 

6 - Evite pagar produtos pela internet usando boleto bancário, prefira o cartão de crédito, pois se houver algum golpe é mais fácil ter o valor estornado pela operadora do cartão.

 

8 - Sempre realize transações eletrônicas dentro do ambiente do site de compra; nunca por WhatsApp ou e-mail;

 

9 - Ao negociar um produto via internet e for entregá-lo em mão, procure locais públicos, como uma delegacia de polícia: os criminosos não irão pagar pra ver indo até esses locais.

 

10 - Cuidado com o estelionato amoroso, se iniciar um relacionamento virtual, peça a pessoa que ligue a webcam para saber se essa pessoa existe: não remeta quantias em dinheiro “por amor”.

 

11 - Cuidado com “namorados virtuais” que se dizem autoridades e se gabam dessa situação: geralmente é golpe para atrair vítimas e explorá-las financeiramente.

 

O delegado acrescentou que as famílias devem acompanhar a utilização da internet pelas crianças e idosos. “Os pais devem saber quais são os sites que os filhos costumam acessar e, se necessário, controlar todo o caminho que eles percorrem dentro deste mundo de opções que é a internet. No caso dos idosos, os criminosos têm se aproveitado da fragilidade e, em alguns casos, da falta de conhecimento informático de alguns para aplicar os crimes”, explicou.

 

“As ocorrências que nós mais atendemos são de crimes de estelionato praticado mediante site de vendas e de crimes contra honra”, contou Breno Andrade. O delegado informou também que, caso a população sofra qualquer tipo de crime, deve procurar a polícia, visto que crimes cibernéticos não podem ser registrados por meio de Boletim Eletrônico, é preciso ir até a Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos.

 

 

Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos

Endereço

Avenida Marechal campos, Número 1236, 2º andar.

Bairro Bonfim, Vitória.

CEP: 29047105

Telefone: 3137-2607

 

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna - (27) 3137-9024

Agente de Polícia Fernanda Pontes

imprensa.pc@pc.es.gov.br

 

Atendimento à Imprensa

Olga Samara - (27) 3636-1536/ (27) 99846-1111

Patrick Pereira - (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

comunicapces@gmail.com

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard