11/09/2019 18h21 - Atualizado em 12/09/2019 15h55

Policiais civis de Serra prendem suspeitos de uma dupla tentativa de homicídio

A equipe da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do município de Serra efetuou a prisão em flagrante de suspeitos de uma dupla tentativa de homicídio, ocorrida no bairro Jardim Carapina, nessa segunda-feira (09). A.Z.O., de 32 anos, e J.V.S.L., de 18 anos, foram encontrados um dia após o crime, na mesma região.

O responsável pela DHPP, delegado Rodrigo Sandi Mori, relatou que ao receber as informações sobre o crime, a equipe iniciou as diligências, identificou e qualificou os suspeitos. “Primeiro, nós prendemos o detido de 18 anos, ele estava no ponto de tráfico vendendo droga. Depois, o suspeito de 32 anos, que estava na sua residência. De acordo com as investigações, o crime está relacionado ao tráfico de drogas”, relatou.

Rodrigo Sandi Mori contou que o alvo dos disparos tem envolvimento com o tráfico. “Ele estava andando de bicicleta próximo à região do campo, quando foi avistado por cinco indivíduos. Os suspeitos o reconheceram e atiraram contra ele, o atingindo cinco vezes. A vítima conseguiu evadir e pulou o muro de uma residência para pedir socorro. Uma criança de 11 anos também foi atingida com um disparo de raspão na perna. O ato colocou em risco a vida de muitas pessoas que estavam próximas ao local”, explicou.

De acordo com o delegado, no bairro Jardim Carapina, há cinco gangues que estão em guerra e brigam pelo domínio do tráfico. “ Três indivíduos já foram presos há dez dias e outros dois foram detidos doze horas após o crime. Eles brigam pelo domínio do tráfico, efetuam disparos de arma de fogo em via pública e não se importam com quem irão atingir, sejam rivais ou pessoas inocentes”, alegou.

O titular da DHPP, afirmou que no celular de J.V.S.L. tinham imagens dele segurando armas de fogo e que ele confessou a participação no crime, contudo A.Z.O nega a autoria. “O detido de 18 anos disse que estava escoltando os atiradores, porém nos depoimentos, fica confirmada a participação dele sendo um dos atiradores no crime. Ações como esta não serão toleradas pela Polícia Civil e a resposta para esses crimes é a prisão imediata desses indivíduos, tirando-os do convívio da sociedade, dando maior tranquilidade à população de bem do bairro”, afirmou.

O delegado relatou ainda que três indivíduos, que tiveram participação no crime, já foram identificados, qualificados e será solicitada prisão temporária deles nesta quarta-feira (11). A qualquer momento eles poderão ser presos. “No período de um mês, ocorreu um homicídio e oito tentativas no bairro Jardim Carapina, em razão do confronto entre as gangues que ali atuam. A resposta da Polícia Civil está sendo imediata. Conforme vão acontecendo os crimes, nós vamos realizando as investigações e as prisões, tirando esses indivíduos de circulação o mais rápido possível”, concluiu.

A.Z.O. e J.V.S.L. foram autuados em flagrante pelo crime de dupla tentativa de homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e impossibilidade de defesa das vítimas. Após os procedimentos, foram encaminhados para o Centro de Triagem de Viana (CTV).

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna - (27) 3137-9024

imprensa.pc@pc.es.gov.br

 

Atendimento à Imprensa

Olga Samara - (27) 3636-1536/ (27) 99846-1111

comunicapces@gmail.com

Camila Ferreira - (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

comunicapces@gmail.com

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard