14/09/2020 17h53 - Atualizado em 15/09/2020 16h02

Policiais civis de Guarapari prendem em flagrante suspeitos de tráfico de drogas

Policiais civis da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari prenderam, em flagrante, dois jovens de 19 anos suspeitos de integrarem uma associação criminosa que atuava no tráfico de drogas do bairro Paturá, no município. Com os suspeitos foram apreendidos munições e materiais utilizados no tráficoAs prisões aconteceram no mesmo bairro.

O responsável pelo caso, delegado Franco Malini, explicou que essa operação, realizada na última quinta-feira (10), é uma continuidade das investigações do homicídio acontecido no último dia 07, no bairro Pontal de Santa Mônica, em Guarapari. “As associações criminosas dos bairros Paturá e Pontal de Santa Mônica são rivais. No curso das investigações do homicídio, a equipe da DHPP apurou que a vítima, um homem de 24 anos, foi morta por integrantes da associação de Pontal de Santa Mônica, porque eles suspeitaram que ela fazia parte da associação criminosa do bairro Paturá e estaria no bairro realizando o tráfico de drogas para o grupo rival”, explicou.

Ainda segundo o delegado, após o homicídio circulou um vídeo nas redes sociais em que aparecia o homem apontado como chefe da associação criminosa do bairro Paturá. “Nas imagens, ele aparecia com uma arma de fogo direcionada ao bairro Pontal de Santa Mônica, provocando os integrantes do grupo rival. Diante disso, a DHPP de Guarapari se dirigiu ao Bairro Paturá, a fim de localizar os integrantes dessa associação criminosa e apreender arma de fogo”, relatou Malini.

O delegado acrescentou que, assim que as diligências foram iniciadas, os policiais avistaram um dos suspeitos com um rádio comunicador. “Ele empreendeu fuga para o interior da residência dele e realizamos o cerco no local. Conseguimos visualizar que o outro jovem jogou um objeto pela janela e, diante da suspeita de prática de ato ilícito, adentramos a residência e encontramos duas munições calibre 38, três rádios comunicadores, R$ 448 reais, em espécie, e uma capa de colete balístico, além de dois pinos vazios de cocaína”, disse.

Posteriormente, com o apoio do K9 da Força Tática da Polícia Militar (PMES), as equipes fizeram buscas do lado de fora da casa. “Conseguimos encontrar uma bucha de substância análoga à maconha, material dispensado pelo jovem. Também verificamos que a referida residência é utilizada pelos suspeitos como base do grupo, no Bairro Paturá”, afirmou o delegado.

O responsável pela operação ressaltou ainda que um dos jovens já era conhecido da DHPP de Guarapari. “Ele é investigado no Inquérito Policial que apura o homicídio consumado, ocorrido no dia 03 de julho deste ano, também no bairro Paturá. As investigações o apontaram como sendo o autor do homicídio e como sendo integrante do grupo criminoso”, informou.

Os suspeitos responderão pelo crime de colaborador de associação destinada ao tráfico. Eles foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Guarapari (DCPG).

Sobre o homicídio em Santa Mônica

O crime aconteceu no último dia 07, no bairro Ponta de Santa Mônica.  A equipe da DHPP, em conjunto com a Força Tática do 10º Batalhão da Polícia Militar (PMES), prendeu, em flagrante, um jovem de 18 anos apontado como um dos autores do crime. A prisão ocorreu em menos de 24 horas após o fato, no mesmo local.

“Conseguimos apurar que a vítima, um homem de 24 anos, havia deixado o sistema prisional há dois meses e foi morar no bairro Santa Mônica, em Guarapari. Naquela região, os suspeitos de tráfico de drogas começaram a desconfiar que a vítima estivesse realizando o tráfico para o grupo rival. Diante disso, o suspeito de liderar essa associação criminosa do bairro ordenou que dois dos seus liderados executassem a vítima”, relatou o titular da DHPP, delegado Franco Malini.

O delegado lembrou ainda que, em continuidade às investigações, as equipes da DHPP e da Força Tática da PMES realizaram diligências no bairro Pontal de Santa Mônica. “Conseguimos lograr êxito em prender um dos suspeitos, menos de 24 horas após o crime. Além disso, com o detido foram apreendidas diversas espécies de drogas, o que confirma o envolvimento dele com o tráfico. Ele foi autuado, em flagrante, pelo crime de homicídio triplamente qualificado e, sobre a infração inerente às drogas, ficou a cargo da Força Tática”, frisou.

 

Texto: Fernanda Pontes

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna - (27) 3137-9024

Agente de Polícia Fernanda Pontes

imprensa.pc@pc.es.gov.br

 

Atendimento à Imprensa:

Olga Samara/ Camila Ferreira
(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/ (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

comunicapces@gmail.com

 

 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard