11/07/2019 18h05 - Atualizado em 15/07/2019 17h15

Policiais Civis prendem cinco suspeitos durante Operação em Aracruz

A Polícia Civil realizou, nessa terça-feira (09), uma operação com objetivo de cumprir mandados de prisão em Aracruz. Durante a ação, cinco suspeitos foram detidos. Os trabalhos foram comandados pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e pela Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) do município. 

De acordo com o titular da DHPP e Denarc, delegado Nilton Abdalla, a ação teve êxito graças ao serviço de inteligência das unidades. “Nosso serviço de inteligência fez monitorou a localização desses indivíduos, o que resultou nessa operação exitosa, com cinco pessoas presas, sendo quatro pelo crime de homicídio", contou.

Abdalla garante que todos os mandados de prisão em aberto no município serão cumpridos. "Somente nesta operação, cinco inquéritos foram finalizados e relatados à Justiça, com os réus presos. Essas operações geram uma sensação de segurança para a população de Aracruz", disse.

O delegado destacou também o papel da comunidade na solução dos casos. “As denúncias que a população traz, por meio do Disque Denúncia 181, são vitais para as investigações. E não poderia deixar de enaltecer a parceria e a integração com o Ministério Público, o Judiciário de Aracruz e a Polícia Militar, que nos deu apoio nessa operação”, lembrou. 

As ações integradas das forças policiais, sob orientação do programa Estado Presente e da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), têm resultado em diminuição da criminalidade nos últimos meses, no município, visto que em maio e junho foram apenas dois homicídios registrados no total.

Os detidos;

A.F.N.F., de 46 anos, foi detido no bairro Taquaral. Ele tinha um mandado de prisão pelo crime de homicídio, que vitimou Afonso Nunes Alves, de 19 anos. O crime aconteceu no dia 08 de fevereiro de 2007, no bairro Decarli, em Aracruz.

“Este Inquérito já se encontra no Ministério Público, não temos em nosso sistema a motivação, mas realizamos o cumprimento do mandado, o que mostra o comprometimento da nossa unidade”, frisou o titular das unidades. 

No bairro Barra do Riacho, foi cumprido o mandado de prisão de A.J.O.S., de 27 anos, pelo crime de tentativa de homicídio que vitimou A.T.S, de 19 anos. O crime aconteceu no dia 15 de novembro do ano passado, no mesmo bairro. “O suspeito alega que o que motivou o crime foi o fato de que a vítima estava tentando furtar motos no bairro. E, de acordo com ele, os traficantes do bairro não permitem furtos na região”, relatou o delegado.

O.S.R., 36 anos, foi detido no bairro Jacupemba e tinha um mandado de prisão pelo crime de tentativa de homicídio, que vitimou J.C. M., 40 anos. O crime aconteceu no dia 18 de novembro do ano passado, no bairro Assombro. “O suspeito alega que apenas atirou na vítima com a intenção de assustá-lo. Isso porque, no dia dos fatos, a vítima teria ameaçado o suspeito de morte. Ele disse também que a vítima estava segurando uma faca e aparentava estar embriagado”, afirmou Abdalla.

Também pelo crime de tentativa de homicídio, foi cumprido o mandado de prisão de P.N.R., de 19 anos, no bairro Vila do Riacho. O crime foi cometido o contra G.F.N, de 17 anos, no dia 13 de fevereiro deste ano, no mesmo bairro. “A motivação do crime foi passional. O suspeito ficou chateado porque a vítima teria ficado com a sua namorada”, explicou.

No bairro Bela Vista, também foi cumprido o mandado de prisão de K.H.G.S., de 21 anos. Ela foi detida pelo crime de tráfico, praticado no dia 25 de fevereiro deste ano, no bairro São Marcos. “A suspeita era responsável por guardar as drogas dos traficantes da região. As investigações continuam com objetivo de descobrir o real dono dos entorpecentes”, disse.


Texto: Olga Samara 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna - (27) 3137-9024

Agente de Polícia Fernanda Pontes

imprensa.pc@pc.es.gov.br

Atendimento à Imprensa

Olga Samara - (27) 3636-1536/ (27) 99846-1111

Camila Ferreira - (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

comunicapces@gmail.com

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard